Leites de fórmula: diferenças e preparo

bebes

A maioria das fórmulas infantis é à base de leite de vaca modificado, para que se pareçam o mais possível com o leite materno. Os fabricantes modificam o leite de vaca para o consumo de bebês. Ajustam os níveis de carboidratos, proteínas e gordura, e acrescentam vitaminas e minerais.

A proteína do leite é bastante alterada nas fórmulas para tornar sua digestão mais fácil. Os bebês só estarão aptos a digerir leite de vaca normal (integral) depois do primeiro ano de vida.

O principal carboidrato presente no leite materno é a lactose. Em algumas fórmulas infantis há presença de maltodextrina (fragmento de amido), que confere sabor artificialmente adocicado e aumenta a viscosidade do leite, conferindo saciedade.

O ideal é usar fórmulas que contenham prebióticos e ácidos graxos conhecidos como LC-PUFAS. Prebióticos aparecem na fórmula com os nomes GOS e FOS. São, na sua maior parte, carboidratos que servem de alimento às bactérias benéficas que vivem no intestino, favorecendo o crescimento desses microorganismos e melhorando assim a saúde da criança. LC-PUFAS aparecem na fórmula como DHA e ARA e são ácidos graxos polinsaturados de cadeia longa, essenciais para o desenvolvimento neurológico da criança. São transferidos pra o feto pela placenta e o leite materno, melhorando a acuidade visual e auxiliando no desenvolvimento cognitivo e do sistema nervoso central.

Há dois tipos básicos de fórmulas.

  • Fórmulas de partida: aquelas recomendadas para bebês de 0 a 6 meses. Exemplo: Nan Pró 1, Nan Comfor 1, Aptamil 1, Nestogeno, Milula, Enfamil Premium 1…
  • Fórmulas de seguimento: aquelas destinadas a bebês de mais de 6 meses. Exemplo: Nan Pró 2, Nan Comfor 2, Aptamil 2, Nestogeno 2, Milupa 2, Enfamil Premium 2, Milnutri…

O seu pediatra fará a indicação da fórmula e saberá o momento certo para trocar. Uma troca cedo demais pode provocar constipação, por exemplo. E, se o bebê não parecer gostar da fórmula que você dá, converse também com o médico para discutir alternativas.

leites de fórmula

 

Diferenças entre as marcas

comparativo dos leites

O NAN 1 Pro e Aptamil Premium 1 contêm todos os componentes benéficos. Em contrapartida o NAN 2 não tem mais o ARA, ainda presente no Aptamil 2. Como a criança vai estar ingerindo pouco ácido graxo de outras fontes, como o salmão, seria interessante ainda oferecê-lo no leite. O Aptamil perderia qualidade apenas a partir do Aptamil 3, usado a partir dos 10 meses, que carece de alguns componentes. No mercado brasileiro as fórmulas mais completas após os seis meses são o Similac Advance 2 e o Enfamil Premium 2.

Nenhum Ninho ou Sustagem possui DHA. Para quem quiser oferecer DHA para crianças a partir de um ano de idade há opções no mercado como: Enfagrow, Milnutri (que segundo o fabricante tem a maior concentração de DHA do mercado) e Pediasure. O aptamil 3 possui não só DHA mas também ARA e pode ser dado a partir de 10 meses.

Atualização:

A Danone trouxe recentemente para o Brasil uma fórmula nova chamada Aptamil Profutura, fórmula essa ainda mais rica em ácidos graxos. Enquanto o Aptamil Premium tem 6,2mg de DHA e 6,2mg de ARA o ProFutura tem 14mg de cada (por 100mL de leite pronto). A Danone relata também que o Aptamil Profutura permite melhor metabolização dos lipídios na dieta, com melhor digestão e menor perda de cálcio nas fezes, reduzindo a cólica e a constipação. Ele a princípio não vem para substituir o Premium e terá um preço mais alto no mercado.

Como preparar

Lavar bem as mãos.

Colocar água na mamadeira. A água pode ser:

  • mineral (de fonte segura)
  • filtrada e fervida (ferver 2min e deixar resfriar)
  • clorada (2 gotas de hipoclorito de sódio a 2,5% por litro de água, aguardando-se 15 minutos antes de oferecer)

Note que a água do filtro deve ser previamente fervida por 2 minutos e resfriada em temperatura ambiente.

Seguir orientações do rótulo para o preparo.

Servir na hora ao bebê, não pode ser conservada em temperatura ambiente após misturar o pó. Para ser bem prático, o ideal é oferecer a temperatura ambiente. Mas pode ser difícil a aceitação em alguns casos e nesse caso o jeito é amornar o leite – com cuidado para não exagerar na temperatura e queimar a boquinha do bebê. Há algumas opções de aquecedores de mamadeira no mercado, mas eu particularmente não acho prático para o dia a dia.

Após preparada, a fórmula pode ser mantida no refrigerador durante 24 horas.

Encontrei uma fórmula que diz o valor total diário que um bebê ingere por dia: em torno de 100 a 150mL por Kg de peso. Ex: bebê recém-nascido com 4Kg mama em média 400 a 600mL por dia, divididos por todas as mamadas. Mas não existe regra. Segue outra tabela com valores médios:
quantidade de leite

Informações Importantes

Lembre de oferecer 30-50mL de água ao bebê entre as mamadas. OBS: bebês em aleitamento materno não devem beber água!!!

Não adicione farinhas na mamadeira. Engrossar o leite é contribuir para a a obesidade futura. É oferecer mais carboidrato do que o bebê necessita e estimular a produção de adipócitos (células de gordura). O número de adipócitos que teremos para o resto da vida é determinado nos primeiros anos de vida – muitos adipócitos estão relacionados à dificuldade em perder peso e ao efeito sanfona. E mais: depois dos 6 meses de idade a mamadeira calórica tira o apetite para as papinhas, dificultando o desenvolvimento alimentar saudável.

Leites de fórmula especiais

Fórmulas Semi-hidrolisadas

São aquelas onde a proteína do leite de vaca é mais processada no que numa fórmula comum, reduzindo o risco de desenvolvimento de alergia e sendo útil em casos de bebês com má absorção. É o caso do Nan HA ou Enfamil Gentlease.

Fórmulas extensamente hidrolisadas

Têm um preparo ainda maior para que possam ser ingeridas pelo bebê alérgico à proteína do leite de vaca (APLV). Nelas as proteínas são quebradas em partículas bem pequenas, com menor potencial alergênico. Em muitos casos de APLVs são bem toleradas pelo organismo do bebê (porém em alergias mais intensas, podem continuar desencadeando o processo alérgico). São mais caras e têm sabor ruim. As marcas mais conhecidas são Pregomim Pepti e Alfaré.

Fórmulas à base de aminoácidos

Em casos mais severos de APLV podem ser as únicas toleradas pelo bebê. Podem ser usadas desde o nascimento. Seu processamento é mais elaborado, por isso são as de maior custo. Também têm sabor ruim. As marcas mais conhecidas são Neocate e Aminomed.

Fórmulas sem lactose

Para ser usada em casos de intolerância à lactose (que não tem nada a ver com alergia à proteína do leite de vaca). Quando o bebê não consegue digerir o carboidrato do leite – a lactose – por falta ou produção deficiente da enzima lactase, a fórmula sem lactose é indicada. É o caso do Aptamil sem lactose e do Nan sem lactose.

Fórmulas à base de soja

São indicadas para bebês com intolerância à lactose e com galactosemia. Nessas fórmulas a lactose é substituída por sacarose e xarope de milho. Em alguns casos de APLV elas podem ser usadas. No entanto, cerca de metade das crianças com APLV também apresentam alergia à proteína da soja – nesses casos apenas as fórmulas hidrolisadas ou à base de aminoácidos devem ser usadas. (E, obviamente, o leite materno, com uma rígida dieta por parte da mãe, que não poderá ingerir alimentos que contenham leite e seus derivados em hipótese alguma).

É importante dizer que os pais não devem dar fórmulas à base de soja para o bebê sem a recomendação do pediatra.  Há lendas de que essas fórmulas diminuem as cólicas do bebê, o que não foi provado cientificamente. A proteína da soja tem valor nutricional menor para o bebê do que a do leite de vaca, que por sua vez é pior do que a do leite materno. Se a soja estiver indicada, deve-se usar a fórmula especialmente preparada para bebês (ex: Nan Soy, Aptamil Soja, SupraSoy, Enfamil ProSobee), e não os leites de soja de caixinha (ex: Ades, Sollys, Naturis), que não devem ser dados a crianças menores de 2 anos.

Fórmulas A.R.

São as fórmulas anti-regurgitamento, indicadas em alguns casos de refluxo. Possuem um agente espessaste que é ativado no pH ácido do estômago, tornando a fórmula mais “pesada” e por isso mais difícil de voltar depois que o bebê mama. Seus principais benefícios são melhorar os vômitos e a perda de peso do refluxo. Elas não aumentam o teor calórico de leite, de forma a não aumentar o risco de obesidade ou sobrepeso. São uma alternativa bem melhor do que acrescentar farinhas no leite comum.

É um erro substituir o leite materno por uma fórmula A.R. sem a recomendação do pediatra se seu bebê apresenta refluxo. O leite materno é ainda mais facilmente digerível, reduzindo o refluxo. Além disso, as fórmulas A.R. podem causar constipação em alguns bebês.

As marcas mais utilizadas são Enfamil A.R., Aptamil A.R. e Nan A. R.. Para prematuros esse tipo de fórmula possui uma composição diferenciada para oferecer os nutrientes que um bebê prematuro precisa, além de ser modificado para facilitar a digestão. Deve ser usada até 60 dias de vida.

Posts Relacionados

Veja nesse post informações sobre as vacinas que você dá ao seu bebê. Ela causa muitos efeitos colaterais? É recomendado dar ou não?

Veja aqui se está indicada suplementação de ferro e vitaminas para seu bebê e como administrar.

Seguem aqui dicas para escolher e cuidar das mamadeiras, além exemplos de mamadeiras que prometem aliviar as cólicas.

Como identificar e tratar as cólicas e refluxos no bebê? Veja aqui.

E, por último, segue post com dicas para a introdução alimentar.

31 comentários

  1. Adorei o blog , as informações. Uma dúvida, meu primeiro filho o próprio pediatra passou engrossantes como farinha láctea, arroz, milho, ….. Em torno de 6 meses. Isso é errado? É quanto a leite como ninho, após os 6 meses?

    1. Oi! Que bom que está gostando! Então… sobre as farinhas. A pediatra do meu mais velho também passava e essa é uma cultura antiga que hoje não é mais praticada pelos pediatras. As farinhas dão saciedade, eu usava na mamadeira da noite na época pra tentar fazer com que meu filho dormisse mais tempo sem acordar com fome. Mas as farinhas são carboidrato puro… enriquecidas, ok, mas o bebê acaba ingerindo menor quantidade de outros alimentos que são saudáveis e ainda pode ficar gordinho. Não se usa farinha com regularidade na alimentação do bebê hoje em dia não… Saudável é fruta, legume, verdura… rs. Sobre o leite: o Ninho não tem LC-PUFAS e tem elevado teor de carboidratos quando comparado aos outros leites. Por isso é tão gostosinho. É cheio de açúcar. E também não tem outros nutrientes em quantidade adequada para bebês. Não é recomendado para menores de 1 ano, sendo o Nestogeno a fórmula da Nestle mais adequada para essa faixa etária (mais financeiramente em conta que o Nan, que tem os outros benefícios descritos no texto mas é mais cara). Deu pra entender? À disposição! Bjks

  2. Adorei o conteúdo… Minha filha está com 6 meses, e vou ser obrigada a introduzir a fórmula, pois estou com o colesterol muito alto e os médicos acham arriscado continuar amamentando… Estou bem perdida…. Até hj minha bebê só tomou leite materno, tenho muito….. Qual dessas fórmulas poderia ser mais próxima ao leite materno???

    1. Nenhum leite desses substitui totalmente o leite materno. Os anticorpos, por exemplo, só vêm da mamãe. Mas os pediatras conseguem indicar bem, analisando caso a caso, o melhor leite de fórmula pra sua pequena, não se preocupe. Aptamil, NAN, Enfamil e o Milnutri (que não não coloquei aí mas também tem DHA entre outros benefícios) são ótimas opções.

  3. Meu bebe tem 1a2m e estou usando o NanConfort. Ele está rejeitando o leite, ja tentei no copo e nada. Então comecei a colocar uma colherzinha de mucilon morango pra dar um gostinho diferente, daí ele aceitou mas nao mama mais como antes. Ouvi dizer que o Enfagrow pode ser uma opção pra mudar. Vale a pena? O que eu faço? Meu receio é mudar e refletir no intestino. Hoje ele mama no peito apenas de noite e pela manhã, bem pouco mas mama. Obrigada!

    1. As marcas têm gostos diferentes, eu tentaria outras marcas sim. Porque mucilon não é a melhor idéia, ele vai acabar acostumando com um sabor artificial e daqui a pouco só vai querer leite assim. Não desiste de tentar não, acho que pior que alterar o trânsito intestinal é não tomar leite… Outra opção mais trabalhosa seria você retirar seu leite e armazenar.

  4. Na explicação de preparo da água esta escrito abaixo que “ela deve ser mantida por 24 horas no refrigerador”…Se trata da água fervida ou do leite já preparado?

      1. Boa noite!Minha filha está com 3 meses ,ela estava tomando Leite Nan supremo,e estava voltando demais,O pediatra passou um medicamento para refluxo,por conta própria comprei o aptamil pro experto

    1. O Aptamil ProFutura é uma fórmula mais moderna e ainda mais enriquecida com ácidos graxos. Ambos têm o Premium tem 0,8g/100ml prebióticos (10%FOS e 90%GOS), mas enquanto o Premium tem 6,2mg de DHA e 6,2mg de ARA o ProFutura tem 14g de cada. Também está relacionado a menos cólicas. Vou atualizar o post! Obrigada

        1. O Aptamil Profutura é mais rico em ácidos graxos e segundo o fabricante tem melhor digestão e menor perda de cálcio nas fezes, reduzindo a cólica e a constipação. O NAN Supreme é uma fórmula ótima, apenas tem menos ácidos graxos e não vem com essas promessas (o Profutura é novidade no mercado).

  5. Refrigerador que se fala é geladeira ou congelador tenho essa dúvida pois eu faço o leite e as vezes minha bebê não toma ao ponho na geladeira mas fico com recheio de dá pra ela depois porque falou que perdi as vitaminas é verdade

  6. Parabéns pelo texto! Foi direto ao ponto que me interessa já que meu bebê mama fórmula Aptamil desde os 24 dias, um texto objetivo e sem aquele papo do Lm que fazia com que eu me sentisse culpada na época difícil, achando que meu filho seria doente e que não teria vínculo comigo, hoje eu sei que não é verdade mas na época foi muito complicado, queria ter lido esse texto antes 😘

  7. A minha bebê fez 4 meses,dou complemento a ela desde um mês,já passou por enfamil,Aptamil,aí ficou no Nam confort,aí a pediatra dela trocou já q ela gofava muito,aí era refluxo,aí agora é Nam AR,n está se adaptando, minha pergunta,a pediatra mandou comprar Aptamil AR mas no começo ela n se adaptou,será q vou ter o mesmo problema??? Ou ele é diferente??? Existe outros AR??? Obrigada.

    1. Primeiramente, o refluxo é considerado fisiológico, normal, nos bebês, tendendo a desaparecer até 18 meses de idade. Melhora muito após os 6 meses, com a introdução dos alimentos. Raramente ele é um sinal de doença. As fórmulas especiais são feitas para engrossar o leite e diminuir a regurgitação sem aumentar o teor calórico, não provocando sobrepeso ou obesidade. São uma alternativa melhor do que acrescentar farinhas no leite comum. Elas melhoram principalmente os vômitos e a perda de peso pelo refluxo. O NAN AR contém carboidratos digeríveis (menos lactose e mais amido na fórmula) enquanto o aptamil é acrescido de carboidratos não digeríveis (alfarroba), formando uma “geléia” em contato com o suco gástrico. Existem outras marcas sim, por exemplo o Enfamil AR, composto de amido pré gelatinizado. Essas três são as mais usadas, sendo o Enfamil AR aquele que em geral agrada mais. Mas cada bebê pode se adaptar melhor a um que a outro. Todas podem ser igualmente benéficas, sendo o efeito colateral mais comum em todas a constipação.

    1. As fórmulas infantis possuem carboidratos compostos de 70-100% de lactose (o restante é maltodextrina) e essa variação na prática não faz muita diferença. Os outros fatores, como a presença de ácidos graxos, são mais relevantes para a nutrição do bebê.

  8. ção.
    Adorei o texto, minha bebê tem 31 dias e nunca mamou em mim porque faço quimioterapia, ela começou com o Nan Pro e como as cólicas estavam demais mudamos para o Nan Confor as cólicas melhoraram consideravelmente. Só uma dúvida que ainda tenho: o pó deve ser acrescentado na água quente ou depois que ferver posso usar a água fria?

    1. Oi! Você pode usar água mineral ou do filtro fervida. É a forma de garantir que ela esteja o mais estéril possível. Depois pode misturar o leite na água morna ou fria, tanto faz. Pode deixar a água resfriar e dar em temperatura ambiente (mais prático, eu acho), ou então amornar um pouquinho. Você pode deixar a água já fervida separada em um recipiente para usar ao longo do dia e ir usando em temperatura ambiente ou pode reaquecer um pouquinho no microondas para amornar.

Deixe o seu comentário!