Como criar uma caça ao tesouro para as crianças

criancas

A caça ao tesouro era uma das minhas brincadeiras preferidas na infância. Ela faz sucesso para crianças de várias idades e pode ser uma boa brincadeira para estimular a agilidade, o pensamento lógico e o trabalho em equipe, além do contato com a natureza, se for feita ao ar livre. Muitíssimo divertida, pode ser feita em uma festa ou em um final de semana comum. Quem se anima?

Antes de criar

Considere a idade das crianças para pensar no tipo e quantidade de pistas. Em geral 5-15 pistas são suficientes.

Para crianças pequenas o ideal são atividades mais curtas e simples, com menor quantidade de pistas e em ambiente familiar, como o interior da casa, a varanda ou o quintal. Crianças maiores podem fazer a atividade em ambientes mais amplos, como no condomínio ou em um parque, por exemplo.

Escolha se a caça ao tesouro vai ser tradicional, com mapa que leva a um tesouro escondido por piratas, ou se vai ter um outro tema, como um desenho animado ou filme. Pode ser criada uma história para contextualizar a caçada e fazer as crianças entrarem na fantasia.

Crianças menores gostam de se fantasiar para a brincadeira.

Crianças maiores podem ser divididas em times e pode ser organizada uma competição.

Escolha o prêmio. Pode ser um prêmio para cada uma das dicas e/ou pode ser um único tesouro no final. O prêmio pode ser colocado em uma caixa decorada ou outro local de preferência.

Como criar

Pode ser mais fácil bolar os esconderijos das pistas seguindo a ordem inversa, do final para o começo. Uma idéia é ir aumentando a dificuldade progressivamente, deixando o mais difícil para o final.

As pistas podem ficar em envelopes numerados. Como garantia, as respostas das pistas podem ser colocadas em um envelope separado.

Pergaminho em branco para escrever as pistas

Pergaminho em pdf

Atividades para qualquer idade:

  • Perguntas sobre personagens e ao acertar ganha a pista
  • Seguir o barbante (deixar o fio como uma trilha a ser seguida para a próxima pista escondida)
  • Encontrar ‘N’ bolas escondidas (‘N’= quantidade, ex: 3 bolas) ou buscar elementos no jardim para ganhar a pista (ex: ‘N’ flores amarelas)
  • Encontrar ‘N’ objetos de uma cor específica
  • Dar ‘N’ cambalhotas
  • Participar de uma corrida com ovos, de uma brincadeira de morto-vivo (o ganhador lê a pista para os outros)
  • Passar sob a mesa ou cadeira (pode ser feito um “túnel” até um esconderijo “secreto”, por exemplo)
  • Sentar no balanço do parque e cantar uma música
  • Encontrar um objeto escondido na areia (pode ser um balde ou no parque)
  • Encontrar local da foto (tirar foto com zoom de um local ou objeto, usar foto manipulada para dificultar a visualização, imagem de satélite com um ‘X’ na localização, ou pode-se cortar a foto em pedaços para a criança montar como um quebra-cabeça e descobrir o local)
  • Montar um quebra-cabeça
  • Encontrar a dica em algo nojento ou divertido (no meio de uma massa, por exemplo)
  • Desvendar charadas e rimas

Exemplos de charadas e rimas:

  • A próxima pista está escondida em um lugar que rima com…
  • Estou onde levamos o material escolar. Resposta: mochila
  • Enfeito o chão da sala. Resposta: tapete
  • Boqueio o sol da janela. Resposta: cortina
  • Me usam na boca depois do café, do almoço e do jantar. Resposta: escova de dentes
  • Me usam para controlar a TV. Resposta: controle remoto
  • Estou onde as pessoas colocam a cabeça à noite. Reposta: travesseiro
  • Sou o lugar mais frio da casa. Resposta: freezer/geladeira
  • Sou cheirosa e as abelhas gostam de mim. Resposta: flor
  • O que é, o que é que corre pela casa toda e depois dorme num canto? Resposta: a vassoura
  • O que é, o que é que sobe quando a chuva desce? Resposta: o guarda-chuva
  • O que é, o que é que tem pernas, mas não anda, tem braço, mas não abraça? Resposta: a cadeira
  • Tem escamas mas não é peixe, tem coroa mas não é rei. Resposta: o abacaxi
  • Qual é coisa que quando seca fica molhada? Resposta: a toalha
  • O que será, que será, que fala e ouve mas não é gente? Resposta: o telefone
  • Tenho dentes mas não como, e para comer fui feito; ando sempre com comer, para comer não acho jeito. Resposta: o garfo
  • Atravesso todas as portas sem nunca entrar nem sair por elas. Resposta: a fechadura
  • O que é, o que é, que de dia tem quatro pés e de noite tem seis? Resposta: a cama
  • Na água nasci, na água me criei, mas se me jogarem na água morrerei. Resposta: o sal
  • O que é, o que é que quanto mais rugas tem mais novo é? Resposta: o pneu
  • Tenho os pés redondos, mas meu rastro é longo; carrego a família e toda a bagagem; passo a noite dentro da garagem. Resposta: o carro
  • De leite é feito, muito bom e nutritivo, seu nome rima com beijo. Resposta: o queijo
  • Corre sempre atrás do tempo. Mesmo preso sabe andar. Vive parado, mas se mexe, sem dormir pode acordar. Resposta: o relógio
  • Somos dois irmãos e levamos um fardo pesado; de dia vivemos cheios e de noite, somos esvaziados. Resposta: o par de sapatos

OBS: Para facilitar, no caso das rimas e charadas mais difíceis, podem ser colocadas 4 imagens abaixo da rima, sendo apenas uma a resposta correta.

PS: Deixei algumas charadas em primeira e outras em terceira pessoa, de forma que encontrei, porque algumas ficam melhores de um jeito ou de outro.

Atividades para crianças maiores:

  • Palavra com as letras embaralhadas para colocar em ordem
  • Palavra espelhada para ser lida em frente ao espelho
  • Palavra camuflada (exemplo: “Para encontrar o próximo esconderijo corte as letras ‘X’ e circule as letras que sobrarem: XXXCXXXAXXXXXMXXXXXA” = CAMA)
  • Tinta invisível (escrever com suco de limão ou leite; revelar aquecendo com uma vela ou passando com ferro)
  • Pista dentro de um barquinho boiando na piscina (deixar uma peneira ao lado para pegar o barco)
  • Encontrar a dica no escuro com lanterna
  • Códigos secretos (escrever a pista em código e oferecer uma tabela para as crianças resolverem o enigma – cada letra deverá corresponder a um símbolo, número ou imagem no tema escolhido, como no exemplo abaixo)

Na hora da brincadeira

Explique as regras no começo. Defina a área onde vai ser a brincadeira. Defina um ponto de encontro com os maiores.

Uma idéia para a brincadeira com as crianças menores é formar duplas.

Contextualize a brincadeira. Entregue a primeira dica de forma dramática, em um envelope lacrado ou uma garrafa de pirata, por exemplo. E fique por perto para ajudar durante a brincadeira.

Vamos começar?

 

2 comentários

  1. Quero fazer uma caça ao tesouro para o meu filho de 4 anos, mas crianças mais velhas tb vão participar. Queria uma dica de como conciliar a brincadeira para diferentes idades.
    Oitra dúvida, as pistas devem ser para todos?

    1. Qual a idade dos mais velhos? Minha filha de 4 e o de 7 participam juntos, você pode formar uma equipe única para que o menor não fique excluído. Você vai se surpreender. Minha pequena sai na frente em várias tarefas, rs. Mas sempre digo que são uma equipe pra eles não brigarem. Com 4 anos eles não lidam tão bem com competição ainda. Eu faço pista para todos e revezo quem vai ler entre os mais velhos. Ex: um encontrou a pista mas outro lê pra não ficar excluído. Peço pra ler em voz alta e todos juntos tentam desvendar. Eles amam!

Deixe o seu comentário!